Blogger Template by Blogcrowds

.

Huaska

Olá, amigos, leitores, seguidores ou visitantes!
Perdoem-me a grande ausência neste blog, mas os deveres de revisor, pseudoescritor e desorganizador do Pulp Brazil me consomem tempo.
Hoje venho postar uma coisa que foge um pouco das temáticas do blog, mas que merece meu respeito e minha admiração: HUASKA!
Mas, a menos que você seja um roqueiro ligado nas coisas nacionais ou tenha clicado no link, deve estar se perguntando o que vem a ser Huaska, certo?
Assim diz a Wikipédia:


"Huaska é uma banda brasileira de rock alternativo radicada em São Paulo, São Paulo. É formada por Rafael Moromizato (voz), Alessandro Manso (violão/guitarra), Carlos Milhomem (guitarra), Caio Veloso (bateria) e Júlio Mucci (baixo). A banda foi formada em 2002 na cidade de São Paulo, com a ideia de tocar rock pesado em português com sonoridade brasileira. Seu estilo característico, que combina new metal, hardcore e metal com gêneros brasileiros, como o samba e a bossa nova, foi batizado por um jornalista de Minas Gerais como "Bossa Metal", termo que a banda passou a adotar.[1] Suas maiores influências, segundo Rafael Moromizato, são "Faith no More, Deftones, Nirvana, Korn, Radiohead, Pixies, João Gilberto, Cartola, Vinícius de Moraes e Tom Jobim".

Conheci a banda, que conta com 38 músicas até o momento no Letras, nas tuitadas da vida, acabando por ser OBRIGADO pela minha curiosidade a baixar o álbum Samba de Preto, de 2012, que a própria disponibilizou para baixar. TRÊS tentativas depois consegui a façanha. Ouvi e estranhei!
Estou acostumado com bandas nacionais no estilo de Angra, Shaman, Thalion e Ecliptyka, por exemplo, e pego uma que mantém a raiz nacional! Muito espanto, não?
Após me acostumar com a tal Bossa Metal dos caras, com todos aqueles acordes pesados, samba, bossa nova e MPB, vi o quão magnífica é a banda.
Recomendado!
Baixem o novo álbum, Samba de Preto, e ouçam, pois as músicas são boas, cheias de poesia, de encanto, de nacionalidade. E comprem também os álbuns anteriores (preciso fazer isso urgente), pois vale a pena!
Visite o site da banda e saiba mais.
Ou siga-os no Twitter.
Mas, deixe-me comentar alguns pontos:

  • Na minha humilde opinião, as músicas Avoar, Foi-se, Ainda não acabou e Chega de Saudade (sim, eles fizeram uma versão do clássico de Moraes e Jobim, cara!!!) são as melhores. Ouça-as primeiro!
  • A música que dá título ao álbum, Samba de Preto, tem a participação de Elza Soares (desculpa, mas não curto os trabalhos dela, mas ficou fodástica a música assim mesmo).
  • O que significa Huaska?
Bem, fica a dica!
Forte abraço!



0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Licença Creative Commons
A obra "A Fábula Inacabada" de Alec Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em afabulaoficial.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://afabulaoficial.blogspot.com/.

Outros Textos Meus

divulgar textos | publicar artigo