Blogger Template by Blogcrowds

.

Diz aí, galera que ainda aparece por aqui!
Para os meus leitores e seguidores ferquente, desculpas o atraso nas postagens, mas tempo de safra ferra com tudo. Atrasa livros, contos, postagens e sei lá mais o quê.
Mas, bem, em breve estarei estabilizando tudo isso aqui e sendo mais regular.
E seguimos para a postagem de hoje, certo?
Hoje, bem, deixe-me ver.. O.o
Gente, confere?
Bem, temos a honra de apresentar a autora mais jovem a configurar nesta série de postagens.

Com vocês, amigos, a nossa jovem autora de fantasia, Stephane Lopes!

A autora


Tenho 14 anos e me chamo Stephane Lopes. Com a ajuda da minha mãe, Tania Lopes, aprendi a ler e escrever. Desde os nove anos de idade sofri na escola por tentar demonstrar quem realmente sou sem nenhum tom de mentira, e nesse ano foi quando montei meu primeiro diário; ao perceber o quanto podia criar estórias e, de uma forma totalmente diferente, contar o que vivi, levei minha paixão pelos elementos da Terra para outro nível.


Este ano saí da escola por sofrer bullying, e então realmente me dediquei ao livro, me dediquei a parar de ser perfeita para os outros e ser perfeita para mim.


Sempre observei os detalhes mais bobos, as coisas mais idiotas e justamente por causa dessas coisas bobas, as melhores ideias surgiram; a guerra entre o bem e o mal dentro de si próprio, o amor impossível do anjo da morte e do anjo da vida, é simplesmente nisso que me baseio, na garota que não senta corretamente, que não tem bons modos, mas que da mesma forma continua amando cor de rosa e gostando de passar horas no shopping, a garota que para todos parece uma patricinha que só pensa na beleza, mas que tem um coração maior do que todos os grãos de areia juntos; no amor impossível, no olhar além da aparência, na amizade, na lealdade, e no mais importe: o Amor.


Todos nós temos sonhos, todos nós pensamos de formas diferentes, mas quando se ama... Não a poder maior do que o amor e é isso que cada personagem terá que descobrir dentro de si, o amor.


Em 2010 começaram as minhas maluquices; andava pela casa conversando comigo mesma e escrevendo de tudo um pouco até que um dia, nos meus devaneios de cantar enquanto andava pelo quintal, parei para ouvir o que cada bichinho dizia; literalmente ouvir a natureza como falam por ai.


Cada coisa linda que não é dignamente explorada, cada ser que é literalmente mágico mas não foi descoberto, me levaram a brincar com a situação e criar A Princesa da Terra, a garota ruiva que perdeu a mãe, que ajuda os amigos acima de qualquer coisa, Annelize Terã, a garota que mesmo estando com problemas pensará primeiro nos outros e depois nela mesma, a filha da Terra.


O primeiro livro A Princesa da Terra – A Rosa Azul é baseado em um conto de fadas que minha mãe criou para me fazer dormir, sobre uma princesa que não podia ficar com quem amava a não ser que ele fizesse o que o grande Rei pediu, buscar a rosa azul, a flor que significa o amor. O amado da princesa achou a rosa e levou até o rei, mas o Rei não cumpriu sua promessa.


Ao término do primeiro livro, estarei indo atrás de uma editora e aí sim todos que tem me dado uma grande força e também todos que me acompanharam no Nyah poderão finalmente ler a minha Trilogia.



Sinopse
Annelize tem 16 anos; descobre que é filha da Terra, assim como muitos outros. A profecia que foi dada anos atrás terá que ser aplicada para recuperar a beleza da Terra, recuperar o mundo em que lhes foi roubado. "Levarás amigos que te trairão, lutarás com os mesmos da antiga história, conseguirás chegar até o objetivo, mas não serás como pensou."
Capa feita por Kamila Zöldyek, autora e capista que tive o prazer de apresentar anteriormente.

Annelize terá que ir a montanha mais alta de Terranie e trazer a Rosa Azul até a rainha do Trevianos; fazendo isso ela irá se degustar com a rosa, e devolver a beleza do mundo. O único problema é que a rosa não é bem o que eles esperam, e que afinal o mundo nunca poderá ter paz.

Contatos
Twitter
Página da Trilogia no Facebook
Blog da Trilogia

Minhas considerações
Bem, por onde começar?
Stephane ainda é jovem, tem muito o que aprender, tempo para errar e força de vontade. Anos e anos de dedicação vão lapidar esta esmeralda e deixá-la muito valiosa.
Li pouco do material dela e vi potencial.
Se ela se dedicar, perseverar, lutar e acreditar no que quer, vai longe.
De minha parte, recomendo fircarmos de olho nela, pois, quem sabe, não tenhamos uma grata e grande surpresa.
^^

0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Licença Creative Commons
A obra "A Fábula Inacabada" de Alec Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em afabulaoficial.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://afabulaoficial.blogspot.com/.

Outros Textos Meus

divulgar textos | publicar artigo