Blogger Template by Blogcrowds

.

Por motivos de força maior, ainda pouco eu posso revelar da saga, pois a graça está em ler cada volume e ir se aprofundando na trama (e também pela ausência de um PC pessoal).
Mas, hoje, irei revelar algumas coisas exclusivas:

  • O volume 1 (Pedras Elfo-Fádicas) é um prólogo da trama central (do volume 2 ao 9), enquanto o 10 (O Conto de Hildebrand) antecede toda a trama, explicando todos os eventos.
  • O título original do volume 1 era Pedras Fádicas.
  • Cada volume possui um estilo diferente do outro, além de ter uma referência literária específica.
  • O desfecho da trama, que se dará no penúltimo volume (A Feiticeira Indiana), foi elaborado um pouco antes da conclusão do primeiro.
  • O volume 2 (Diários Fairy-Stone) foi inspirado num diário que o autor manteve entre 2008 e 2009, no qual anotava tudo sobre o seu dia-a-dia.
  • Os sobrenomes Fairy-Stone e Saint-Floire foram escolhidos para dar pistas sobre o passado das duas famílias.
  • De todos os volumes, o primeiro é o único com menor aparência do maravilhoso/fantástico e o mais crítico, alfinetando os costumes sociais.
  • Os volumes 3 (Viagem ao Redor do Mundo), 4 (Mares do Oceano Desconhecido) e 5 (Numiária) são inspirados nos livros de aventuras sobre viagens, comuns entre o século XIII e XIX.
  • Thiers e Thierry foram escolhidos gêmeos porque o autor julgou ser melhor para o senvolver da trama, fato que ficará mais evidente nos últimos volumes.
  • O Templo de Amistechyx, o sétimo volume da saga, será baseado em O Conto de Fringhork, criado e cedido ao autor por Hayane de Souza.
  • Os douncearks inicialmente chamavam-se darks. O seu nome é um anagrama de dark ounce ("onça negra").
  • Os suktealls surgiram da ideia original de Eduardo Oliveira, que propôs criar uma fera que comesse apenas ossos. O nome é um anagrama de eat skull ("comer caveira").
  • Os dragões-libélulas já figuraram na novela infantil Zarak, o Monstrinho.
  • Os canórios foram inspirados na aparência de um maxixe.
  • A única cena esquematizada acontecerá no volume 8 (A Torre de Cristal), tendo a colaboração de um professor de Física.
  • A Saga AFI é a primeira parte de uma série de três partes. A segunda parte (O Conto Perdido), terá 5 volumes e acontecerá no século XXI; e a terceira parte (A Crônica Esquecida) terá apenas 2 volumes e narrará a origem de Numiária. Embora sejam interligadas, as três séries são independentes uma da outra.

2 Comments:

  1. Paul Law said...
    Legal saber dessas curiosidades. Nos desperta a curiosidade...

    Parabéns, Alec.

    Abraços
    Alec Silva said...
    ^^


    Gracias, meu ávido e constante leitor!



    Abraços tb!

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Licença Creative Commons
A obra "A Fábula Inacabada" de Alec Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em afabulaoficial.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://afabulaoficial.blogspot.com/.

Outros Textos Meus

divulgar textos | publicar artigo