Blogger Template by Blogcrowds

.

O CONTO ABAIXO FOI ME CEDIDO POR HAYANE DE SOUZA, UMA ESCRITORA DE DARK FANTASY DE MINHA CIDADE.
SERÁ UM VOLUME A PARTE.


O Templo de Amistechyx já fora um lugar muito povoado.
Com tribos de várias etnias envoltos em fogueiras, dançando conforme suas regiões cultuavam.
 Ali, a natureza inspirava e aspirava salubridade.
Tudo era em perfeita harmonia.
Até que Fringhork chegou, destruindo tudo o que viu pela frente.
As mulheres foram estupradas impiedosamente.
As crianças não tinham um fim um pouco pior: eram postas em jaulas como simples aperitivos para os douncearks.
Os homens, ou seja, os guerreiros da ilha eram mutilados e tinham sua carne degustada pelos sátiros de Fringhork
E assim ele acabou com tudo que Amistechyx, durante séculos, levou para construir.
Amistechyx tentou contra-atacar, mas infelizmente já não possuia o vigor de antes para combater a altura.
E nem muito menos seus homens eram bem treinados para ataques surpresas como aqueles de Fringhork, que também tinam os douncearks ao seu favor.

0 Comments:

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Licença Creative Commons
A obra "A Fábula Inacabada" de Alec Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em afabulaoficial.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://afabulaoficial.blogspot.com/.

Outros Textos Meus

divulgar textos | publicar artigo