Blogger Template by Blogcrowds

.

Antes de tudo, nunca fui fã da História Sem Fim! Nunca gostei e nem vou gostar, muita enrola e pouca ideia... Assisti os filmes e os desenhos, mas nunca entendi nada...

Então, por que cargas d'águas escrever uma FÁBULA INACABADA, então, meu caro?!

Como bom fã da fantasia em geral, eu tenho uma ânsia por ideias fantásticas, novas e estranhas. 

A ideia para A Fábula veio do nada, sem um enredo pronto, apenas o título. Era para ser uma história infantil, sobre o rapto de deuses da primavera. Depois mudei para uma história de dois irmãos que procuravam o final de uma história narrada pelo pai, que morre sem terminá-la.

Mas, aí veio a questão: "Por que ser tão comum e simples, se eu posso tornar esta história ainda mais complexa? Por que não fazer algo mais além de uma busca?"

Bem, a trama ampliou-se a tal grau que iniciei a saga com o pai dos gêmeos, um homem comum e vitoriano, que teme a Deus, mas de repente se vê envolvido numa teia mágica e macabra. Aí ele resolve buscar respostas...

Ou seja, a trama tem um prólogo, uma introdução, não vai logo para a trama central, que aparentemente é a busca pela fábula incompleta. Será uma jornada de descobertas para todos, por isso eu pretendi apresentar os personagens, a trama aos poucos...

Graças a Deus (pareço agora o Sr. Wagner Wald Fairy-Stone), meu amigo escritor e designer Diego Alves me aconselhou a escrever A Fábula e não outras 4 obras que estavam na reserva! E assim nasceu a saga mais esquisita, onde eu misturo fantasia, steampunk, dark fantasy, suspense, aventura, romance e tantas referências a contos de fadas e grandes clássicos da literatura mundial, como as obras de Júlio Verne, Bram Stoker, Monteiro Lobato e Robert Louis Stevenson, só para citar as obras que eu curto mais.

O resultado é uma saga que poderá ou não ser bem vista pelos leitores, mas quer saber? Tudo bem. O importante é tentar!

^^

2 Comments:

  1. Alfer Medeiros said...
    Então que surja logo essa versão impressa, para tirarmos nossas próprias conclusões! rs
    Alec Silva said...
    Espero que seja em breve!

    Um exemplar já é seu, ok?

    Abraços, amigo!

Post a Comment



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Licença Creative Commons
A obra "A Fábula Inacabada" de Alec Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em afabulaoficial.blogspot.com.
Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em http://afabulaoficial.blogspot.com/.

Outros Textos Meus

divulgar textos | publicar artigo